quarta-feira, 9 de abril de 2014

do Quotidiano #3

É certo que não consigo parar, não me centrei no urbanismo ou na arquitetura envolvente apenas no momento, no quotidiano. Lá fora chovia imenso e aproveitei para ler e desenhar. 

Sem comentários: