domingo, 21 de janeiro de 2018

Desenhar com (VI) Igor França #01

O 31º Encontro USkP Açores foi na Lagoa no Convento de Santo António, mais conhecido por Convento dos Frades e fomos guiados pelo Arquiteto Igor França, que não só nos falou do equipamneto como também desenhou.

(Caneta caligráfica, grafite, aguarela e lápis de cor)                                                                                                                        «in situ»

30º Encontro USkP Açores | Igreja de São José

Igreja de Nossa Senhora da Conceição, São José

31º Encontro USkP Açores | Desenhar com (VI) Igor França



Desenhar com(VI) Igor França

31º Encontro USkP Açores |  Convento de Santo António, Lagoa

Desenhar com (VI) Igor França



Desenhar com Igor França, Convento de Santo António

Estive pela primeira vez no Convento de Santo António para tocar com o Ensemble de saxofones do CRPDL. Por essa altura não foi possível fazer qualquer registo. A oportunidade surgiu na manhã do dia 20 de Janeiro na companhia do USK açores e com visita orientada por Igor França.  Obrigada pela partilha.

Registar no mini diário é cada vez mais desafiante...





Desenhar com (VI) Igor França | Convento de Santo António, Lagoa

Desenhar com Igor França
Convento de Santo António - Lagoa
20.01.2018
Desenhos de Laura Viveiros



sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Visita ao Puy



Vim visitar a minha avó ao Puy en Velay na França. Quando no meio da passeata decidi desenhar, descobri que tinha deixado o estojo em casa. Felizmente a minha avó tinha, na sua mala misteriosa, uma caneta de emergência. As proporções não ´tão as melhores, mas como desculpa estava muito frio e desenhar de mão congelada é difícil
 eheh

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Árvore no campo de futebol



Enquanto passeava voluntariamente perdido, algo que adoro fazer, encontrei este campo de futebol vazio e uma árvore muito bonita. Aproveitei para andar de skate e desenhar um bocado.

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Parque Urbano

Este foi dos primeiros desenhos que fiz este ano. Aproveitei enquanto o meu filho se divertia com os seus novos patins. Raramente venho passear no parque urbano, esqueço-me sempre que é tão agradável.

(Caneta caligráfica, carimbo, lápis de cor e tinta da China)                                                                                                                    
 «in situ» 

Sketch no Jardim Visconde da luz, CascaisSke




Sentei-me neste belo jardim para desenhar e aproveitar o pouco sol que tem aparecido por estes lados. O ambiente, tirando o frio, estava bastante agradável e a música do carrossel inspirava-me enquanto desenhava. 

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Desenhar com (VI) IGOR FRANÇA

Igor Espínola de França. 
Licenciado em Arquitectura pela FA da UTL. Mestre em Património, Museologia e Desenvolvimento pela Universidade dos Açores, e pós-graduado em História da Arquitectura pelo IST-UTL. Professor do Ensino Secundário e Assistente convidado na UAC- Universidade dos Açores, onde lecciona no Mestrado de Património, Museologia e Desenvolvimento. É coordenador da Educação e Cultura da Câmara Municipal de Lagoa, Vice-Presidente do IEMAC (Instituto da Macaronésia), vogal do Conselho Consultivo do Museu Carlos Machado, e da Comissão de Toponímia da Câmara Municipal de Ponta Delgada e investigador do CHAM. Desenvolve actividade de investigação no âmbito do Património Imóvel, da Museologia, e da História e Genealogia dos primeiros séculos de povoamento insular, tendo publicado diversas obras e artigos nessas áreas.
..................................................................................................................................................................................................

etiquetas: 
- Encontro 31º USk PORTUGAL Açores
- Desenhar com
- Igor França 
- Açores

encerrar 2017


Tenho-me desleixado na minha rotina gráfica, mas fiz questão de encerrar o ano com o que mais gosto de fazer aproveitando para semear esse prazer. Concluí com este desenho feito à pressa porque optei por almoçar e envolver-me na conversa.
Despedi-me de 2017 abraçando um conjunto de cadernos que, para minha surpresa, atingiu um número razoável. Desejo que em 2018 permaneça, em mim, este gosto pelo desenho.

Deixo aqui um abraço a todos os USK e faço votos de um feliz e próspero 2018!

(Caneta caligráfica e lápis de cor)                                                                                                                                                          «in situ»