Pesquisar neste blogue

no local

--------------------------------* OS DESENHOS DESTE BLOGUE RESULTAM DA OBSERVAÇÃO DIRETA E FORAM FEITOS NO LOCAL *

«Não se deve querer fazer uma vez mais aquilo que a Natureza já fez perfeito. Não se deve querer parecer verdadeiro pela imitação das coisas.»
George Braque in «Cahiers de G. Braque»

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Ferraria- Piscinas Naturais



As Piscinas Naturais da Ponta da Ferraria conseguem atingir  á temperatura ideal, o local é uma atração turistica e percebe-se porquê, mas lá de vez em quando há alguém que se queima a valer... pergunto-me se este local não devia de ter vigilância fora da época balnear!?

terça-feira, 20 de outubro de 2020

Ponta da Ferraria




 

Lagoa Rasa - Sete Cidades


 

Oficinas Singulares #05 | Sofia Carolina Botelho

 

À semelhança do desenhar com… esta sessão consiste numa conversa informal - em Livestream - sobre a prática do desenho. Nesta 5ª sessão convidámos a Sofia Carolina Botelho para nos falar da sua abordagem e a desafiar-nos a desenhar - no/ num local - de acordo com o seu modo de ver. A conversa será apresentada em direto no facebook e partilhada no instagram e no nosso canal de Youtube.
Ao finalizar a conversa a nossa convidada lança-nos um desafio que gostaríamos de ver resolvido por todos aqueles que gostam de desenhar em caderno e que se sintam estimulados pelo desenho no local.

Usaremos esta estratégia para que, mensalmente, possamos aproximar praticantes de desenho do País e além fronteiras e partilhar o que se faz em caderno.

domingo, 18 de outubro de 2020

Lagoa do Fogo


Esta ilha está em constante mutação, hoje encontrei mais um novo miradouro... achei a intervenção interessante. A guarda de linhas  simples abre uma janela - contemporânea - onde a paisagem prevalece sobre os materiais usados e o enquadramento é perfeito! Embora a manhã estivesse linda, a temperatura - no Pico da Barrosa - estava baixa e tive de parar de desenhar pois o frio era tanto que deixei de sentir as mãos.

Lagoa do Fogo


 Entrada sul - Lagoa do Fogo

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Ida ao café e ao jardim.



Desde o início da pandemia valorizo mais estas saídas fora da rotina e em espaços sociais. É estranho. 

 

quinta-feira, 8 de outubro de 2020

62º Encontro de Diários Gráficos


Vamos conhecer desenhando a Fábrica de Tabaco da Maia, que para além de ser das mais antigas de São Miguel é um marco insubstituível da memória colectiva da Comunidade Local.
A iniciativa dirige-se a todos os amantes do desenho.

Precauções determinadas pela conjuntura: o uso de máscara, distanciamento social e confirmação de participação.

*O evento é gratuito mas exige confirmação de presença: urbansketchersazores@gmail.com    

sábado, 3 de outubro de 2020

Oficinas Singulares #04 | João Paulo Albergaria

 

É sempre com expetativa que estas conversas ocorrem, espero que gostem desta partilha e se sintam desafiados pelo João.

#oficinassingulares

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

(a) Riscar o Património | “Património e Educação”

Boletim - Março 2020
(a)Riscar o Património 7ªed. | 61 Encontro Urban Sketchers Açores 26 de setembro Tecelagem "O Linho"

Realizou-se no passado dia 26 de setembro na Tecelagem “ O Linho “ na Lombinha da Maia, a 7ª edição do (a) Riscar o Património este ano subordinado ao tema “ Património e Educação “

Com o ar puro e fresco da costa Norte e com uma vista deslumbrante como pano de fundo, fomos amavelmente recebidos pela artesã D. Lurdes Lindo.

Fizeram também as “honras da casa “a representante do Museu Carlos Machado, Bruna Roque, e Alexandra Baptista como “anfitriã “dos Urban Sketchers Açores- São Miguel.

Um pequeno mundo de grandes vivências, muita arte e trabalho na Tecelagem “O Linho”.

Foi-nos feito um breve resumo sobre a história do linho. A cultura do linho na ilha remonta hà largos séculos. Já Gaspar Frutuoso nas suas crónicas relatava que antes do sec. XVII a costa norte era uma terra muito fértil em linho, em especial o mourisco.

Era usado na confeção de peças de vestuário e agasalho, bem como para utensílios de cozinha.

A D. Lurdes e o marido puseram mãos á obra e demonstraram como se trabalha com os teares. Uma verdadeira obra de arte. Linhas encruzilhadas, tons diferentes, desenhos imaginados pelos artistas fazem surgir peças maravilhosas.

Parece uma melodia o som dos pedais e das caixas que compõem os teares. Uma ginástica de braços e pernas, um trabalho árduo, mas compensador.

Um museu de peças, instrumentos e histórias.

Ao olhar uma peça destas não temos a noção do trabalho e tempo que são dispensados até atingir o produto final. D. Lurdes repetia várias vezes: “poucas pessoas percebem e valorizam o trabalho da tecelagem “.

Fica o convite para visitarem este lugar maravilhoso. Viver estas vivências, sentir o cheiro do linho e desfrutar de um regresso quase que a um passado que felizmente continua muito presente e com vontade de perdurar.

O Grupos dos USK , cumprindo todas as regras de segurança estava encantado. Por estarem juntos, por desenharem e por passarem para o papel para registo futuro todo o trabalho destes dois artesãos na costa norte desta ilha verde maravilhosa que se juntou aos participantes para “rabiscar” o desenho, em dia de (a) riscar o património.

Ana Cristina Arruda

 

Fajã Grande, Flores - Agosto 2020

 








Estes desenhos foram feitos no sofázinho do alpendre do alojamento local onde fiquei. Estava ao pé da minha mãe, pelo que, quando me fartei de osbservar a cascata que tinha defronte de mim, virei-me para o lado e observei-a sem que ela notasse. 

domingo, 27 de setembro de 2020

(a)Riscar o Património | 7ªed.



 

(a)Riscar o Património | 7ª ed.



(a)Riscar o Património | 7ª ed.




 

(a)Riscar o Património | 7ª ed.





 

(a)Riscar o Património |7ª ed.

Mais um (a)Riscar, foi o 7º, mas desta vez impôs-se o uso de máscara, só a retirámos para tirar a fotografia final.
Após a contextualização feita pela Bruna Roque (Museu Carlos Machado) a D. Lurdes e o Sr.Elias, o casal que está à frente daTecelagem o Linho, explicaram-nos a sua arte, desde o «massacre» ao linho até ao labor no tear. 
Desenhar no local embora desafiante, nem sempre me permite, em tão pouco tempo- compreender a essencia do local e este em particular estava repleto de coisas, para ver e ouvir. Estes desenhos foram feitos no local e a cor foi adiconada posteriormente.

terça-feira, 22 de setembro de 2020

Oficinas Singulares #04 | João Paulo Albergaria

 

À semelhança do desenhar com… esta sessão consiste numa conversa informal - em Livestream - sobre a prática do desenho Nesta 4ª sessão convidámos o Sketcher João Paulo Albergaria para nos falar da sua abordagem e a desafiar-nos a desenhar - no/ num local - de acordo com o seu modo de ver. A conversa será apresentada em direto no facebook e partilhada no instagram e no nosso canal de Youtube.
Ao finalizar a conversa o nosso convidado lança-nos um desafio que gostaríamos de ver resolvido por todos aqueles que gostam de desenhar em caderno e que se sintam estimulados pelo desenho no local.

Usaremos esta estratégia para que, mensalmente, possamos aproximar praticantes de desenho do País e além fronteiras e partilhar o que se faz em caderno.

segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Um diário gráfico em Àgua D'alto



 
fui dar um passeio com as minhas primas, e enquanto elas lanchavam, decidi desenhar a vista... E que linda era. 


 

domingo, 6 de setembro de 2020

(a)Riscar o Património 7ª ed. | 61º encontro USK PORTUGAL Açores

(a)Riscar o Património/Heritage Sketching é uma iniciativa da DGPC – Direção-Geral do Património Cultural, com apoio dos Urban Sketchers Portugal, integrada nas Jornadas Europeias do Património, que decorrem todos os anos em todo o país, durante o mês de Setembro.
Tendo em conta o contexto de Pandemia provocado pela Covid 19, por demais conhecido e vivido pela sociedade nos últimos meses, o (a)Riscar o Património faz o que todos procuramos fazer, dentro das diferentes possibilidades e condicionalismos: adapta-se, resiste e avança, ajustando as actividades à nova realidade.
Assim, os Urbansketchers Açores em parceria com o Museu Carlos Machado dão continuidade ao (a)Riscar o Património lançando o repto para a participação na 7ª Edição, contando poder realizar o encontro presencialmente no dia 26 de Setembro, Sábado – de acordo com o calendário das Jornadas que decorrem, praticamente em toda a Europa, entre 25 e 27 de Setembro. Este ano, o tema é Património e Educação e, como de costume, contamos participar simultaneamente com desenhadores que em diferentes localidades de todo o país estarão - no mesmo dia - unidos pelo desenho.
Estamos a preparar tudo para que o encontro em São Miguel aconteça na Lombinha da Maia no atelier e loja “Tecelagem O Linho” com a Artesã Lurdes Lindo.
A tecelagem é milenar, acompanha-nos desde os primórdios da civilização. Associa-se às necessidades do ser humano, de agasalho, de proteção e de expressão. São fibras (...) de linho, fiadas e tingidas por processos manuais, que nos teares, através das mãos da Artesã, se unem em cores e formas próprias.

Data: 26 de setembro (sábado)
Hora: 11:00 am
Ponto de encontro: “Tecelagem O Linho” Estrada Regional – Lombinha da Maia, Nº 17
Precauções determinadas pela conjuntura: o uso de máscara, distanciamento social e confirmação de participação *.

Organização: Urbansketchers Açores + Direção Geral do Património Cultural
Parceiro: Museu Carlos Machado
Anfitriã: Alexandra Baptista

*OO evento é gratuito mas exige confirmação de presença: urbansketchersazores@gmail.com    

A iniciativa dirige-se a todos os amantes do desenho e  dos trabalhos resultantes dos encontros nacionais organiza-se, como habitualmente, uma exposição itinerante que leva a todo o país desenhos  que reflectem o universo de todos os que riscam e arriscam – no desenho, no património e na vida.
(A)riscar o Património
2020
Encontro 61 USKP Açores
Ilha de São Miguel
Lombinha da Maia, 
Lurdes Lindo,
Tecelagem O Linho

Oficinas Singulares #03 | Mário Linhares

À semelhança do desenhar com… esta sessão consiste numa conversa informal - em Livestream - sobre a prática do desenho.

Nesta 3ª sessão convidámos o Sketcher Mário Linhares para nos falar da sua abordagem e a desafiar-nos a desenhar - no/ num local - de acordo com o seu modo de ver.A conversa será apresentada em direto aqui no facebook e partilhada no instagram e no nosso canal de Youtube.
Ao finalizar a conversa o nosso convidado lança-nos um desafio que gostaríamos de ver resolvido por todos aqueles que gostam de desenhar em caderno e se sintam estimulados pelo desenho no local.
Usaremos esta plataforma para que, mensalmente, possamos aproximar praticantes de desenho do País e além fronteiras e partilhar o que se faz em caderno.

Mário Linhares
https://hakunamatatayeto.blogspot.com/
http://www.urbansketchers.org/search/label/Mário%20Linhares
https://www.instagram.com/linhares.mr/
#oficinassingulares
#USkPortugal
#USkPAzores
#urbansketchers

Farol do Arnel

Quando vou ao Nordeste, costumo sentar-me no Miradouro da Vista dos Barcos de onde se avista o Farol do Arnel e se ouve -ao longe- a voz de quem chapinha no Porto. Há anos que não descia ao Porto do Nordeste. A descida é dificíl e por ser muito acentuada nem todas as pessoas levam o carro até ao cais.  Estacionámos no farol e fizemos o resto do percurso a pé. Encontrámos alguns locais, poucos turistas e um mar azul "cobalto-tilia" incrivelmente limpo e temperado. Não resisti ao desafio que o postal me propôs e tentei captar a distância e diferença de escala entre mim e o Farol que - dado o meu posicionamento - passou  espreitar-me  lá no alto da falésia.

quinta-feira, 3 de setembro de 2020

Tomateiros




Três



Registo dos gatos, em três posições diferentes, em três momentos diferentes, em três lugares diferentes.


Jardim Antero de Quental

 








Guardar umas horinhas do dia para sentar num banco de jardim e observar a vegetação que o circunda é algo que me dá muito prazer. Tenho que me obrigar a fazê-lo mais vezes e desvalorizar o tão comum "não tenho tempo".