quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Piscina do Porto dos Batéis

Em dia de pescaria, encontrei a Piscina das Feteiras completamente destruída. Ainda assim, sentei-me na fajã a desenhar...

(Aguarela, grafite, caneta caligráfica, carimbo e lápis de cor)                                                                                                    mais aqui:  «in situ»

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

O desenho em família

O desenho tem acompanhado os últimos fins-de-semana em família. Começam sempre na piscina com o meu filho e terminam com uns passeios pela ilha. 


Ver patos faz parte da rotina. E desta vez com o vento que se sentia, até foram excelentes modelos.


A estrear o novo mini caderno (4x7cm)


 Apoiada e protegida por um grelhador que se encontrava no miradouro da Ferraria e com os olhos semi-cerrados, avistei o farol. O desenho foi um registo bastante rápido, não só por o vento ser demasiado forte, como também por os meninos estarem a aguardar por mim no carro.


segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Açores (IV)

Os últimos desenhos que fiz nas Furnas e em Ponta Delgada, no último dia que estive em S. Miguel.




domingo, 12 de novembro de 2017

Desenhar com (IV) Francisco Cogumbreiro


          Fechei a porta de casa apressadamente, pisei o acelerador do carro e somente com umas canetas de tinta da china e com o meu diário segui viagem até ao Jardim Botânico José do Canto.  Começada a sessão fiquei entusiasmada, não só com a procura de sementes com formas tão naturais e orgânicas, como também com os materiais que o Francisco Cogumbreiro disponibilizou. Uma partilha que dinamizou os diários e proporcionou novas experiências. Adorei as pedras de Tinta da China...e o meu cogumelo também.






E a manhã brindou-nos com um pouco do verão de São Martinho...



Desenhar com (V) Beatriz Brum

Beatriz Brum nasceu em São Miguel, 1993. É licenciada em de Artes Plásticas pela ESAD.cr, atualmente está a concluir o mestrado na mesma área. Recentemente abriu portas a um no espaço de criação na cidade de Lagoa - Brum atelier.
Vamos desenhar com a Beatriz na cidade de Lagoa.

Ponto de encontro: Brum atelier  | Rua das alminhas, nrº4 – Rosário, Lagoa 9560-073
Data: 25 Novembro de 2017                                          
Hora: 15H00

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
etiquetas: 
- Encontro 29 USk PORTUGAL Açores
- Desenhar com
- Beatriz Brum 
- Açores

Desenhar com (IV) Francisco Cogumbreiro

Desenhar a tinta da China com (IV) Francisco Cogumbreiro correspondeu ao nosso 28º Encontro e teve lugar no Jardim Botânico José do Canto com o Francisco a orientar. Trouxe-nos tinta da China em pedra e pedras de tinta (tinteiros) que são uma ferramenta importante na caligrafia e pintura chinesas. São objetos que facilitam a moagem e contenção da tinta. Entretanto andámos a «catar» sementes e cascas no jardim e desenhámo-las em maior dimensão.                                                Fizemos algumas experiências, descomprometidas, com grafite e a tinta, eu gostei muito, foi divertido e motivador e um belo exemplo de partilha (como se pode ver aqui), de materiais e utensílios e de saber, que ainda näo retribuimos, mas ficámos de oferecer um desenho à Fundação por nos ter facilitado a entrada e possibilitado uma manhã tão agradável. 

Uma vez mais "São Pedro fez o favor de encerrar a comporta» mesmo à hora marcada para o evento, permitindo que comemorassemos desta forma o 10º aniversário dos USK.


(Tinta da China e grafiter)                                                                                                                                                                          :«in situ

Desenhar com (IV) Francisco Cogumbreiro




Museu da Água




Ontem no Museu da Água comemorando os 10 anos de Urban Sketchers. #uskglobal24hrsketchwalk #UrbanSketchersPortugal

Desenhar com (IV) Francisco Cogumbreiro


     

Desenhar com (IV) Francisco Cogumbreiro



quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Com vista para a Caloura

Enquanto os rapazes foram à pesca - num calhau em 'Agua d'Alto - abriguei-me do frio no carro e fui aproveitando a amplitude da vista  que de vez em quando me era roubada por carros ou por pessoas ensaiando uma selfie. 
A pescaria foi pobre, mas no fim eu recebi um caranguejo eremita em troca da minha paciência.

(Aguarela, grafite, caneta caligráfica, carimbo e lápis de cor)                                                                                                            mais aqui:«in situ

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Açores (III)


Este foi o primeiro desenho que fiz quando chegámos e fomos à praia de Água d'Alto, mesmo junto ao hotel, no dia a seguir ao Ophelia se ter ido oficialmente embora. Estava a pintar quando rajadas de vento  quase levaram o caderno e material pelos ares. A chuva também começou a cair e contribui para o desenho.




Fiquei muito feliz quando finalmente conheci a Alexandra Baptista e este foi o primeiro desenho que fizemos em conjunto, num local lindo.


Desenhar com (IV) Tinta da China


Vamos comemorar internacionalmente a nossa existência como USK.
E para festejar estes 10 anos de existência vários grupos internacionais irão realizar uma Sketchwalk. Nós juntamo-nos desenhando, a tinta da China, no Jardim Botânico José do Canto.
Assim lançamos o desafio de se juntarem a esta grande festa.

Ponto de encontro: Jardim Botânico José do Canto  | Rua José do Canto, 9, 9500-076 Ponta Delgada, São Miguel • Açores
Data: 11 Novembro de 2017                                          
Hora: 10H00
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
etiquetas: 
- Encontro 28 USk PORTUGAL Açores
- Desenhar com
- Francisco Cogumbreiro 
- Açores
-#USkGlobal24hrSketchwalk
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
As fotos do encontro no instagram devem ter a seguinta etiqueta: #USkGlobal24hrSketchwalk

domingo, 5 de novembro de 2017

Açores (II)


Não conhecia a Lagoa do Congro e gostei imenso da paz que se sente por lá. Apesar do acesso não ser fácil é bastante visitada. As cores são mesmo fantásticas e diferentes do que até então tinha visto, provenientes do arvoredo que cerca a lagoa e se reflete na água. 



Também gostei bastante de voltar à Caloura. Neste dia o sol aparecia durante mais tempo e a chuva só caiu, fraca, uma vez. Foi um almoço esplêndido nesta esplanada que adoro. 

Desenhar com (III) João Ramos


E foi assim que acabámos, a espreitar os cadernos de uns e de outros...