quarta-feira, 31 de agosto de 2016

SANTA MARIA | dia #1

Ao chegarmos, fomos levados para as instalações d'Os Marienses e instalamo-nos. Sentia-me cansada, mas como é habitual, estranhei a ambiência, e após muitas voltas na cama, lá adormeci. Acordei às 7, e fui para baixo tomar o pequeno almoço. Havia poucas pessoas na rua, à exceção de um ou outro senhor que iam ao café mais por hábito do que necessidade. Aproveitei a tranquilidade da manhã para desenhar o que via, e reaproveitar o desenho que fiz do Manuel na noite anterior.

À medida que o tempo ia passando, o resto dos sketchers começou a chegar, uma vez que às 9h tínhamos autocarro para a Maia.




terça-feira, 30 de agosto de 2016

SANTA MARIA | Viagem

Mais minuto menos minuto, saímos de S. Miguel a horas e fomos em direção a Santa Maria. Dentro do barco estava muito calor, o que, associado ao habitual mal estar da viagem, levou-me a ir lá para fora. Aproveitei para fazer um desenho a 180º das pessoas que olhavam para o que era deixado para trás. O chão era de relva artificial (verde), mas preferi usar o preto por ser mais «compacto»


Acabado este primeiro desenho, olhei à minha volta e tentei encontrar posições típicas de quem viaja de barco. Pessoas deitadas, que se iam aconchegando e agasalhando à medida que anoitecia, um ou outro cão que fugia do seu dono, crianças irrequietas que eram entretidas por pais pacientes. 


Para além disso, estavamos lá nós, os «sketchers», registando as vivências dos outros.



segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Espaço em cena



Ao som da música....

Misericórdia




Matriz de Vila do Porto


Forte de São Brás

Encostas da Maia


As encostas e o casario.

Janelas da História


Merecendo a prometida obra e maior atenção.
O edifício, as janelas. São parte da História da ilha.

Forte de São Brás....sentinela ancestral



O 17º Encontro começou junto ao Forte de São Brás, antiga estrutura defensiva da ilha de Santa Maria.

Desenhar com a música de Isabel Mesquita...


No Espaço em Cena, ao som da música e voz da Isabel Mesquita....

Encostas de vinha e chão de mar, sob o olhar atento do Farol que não dorme...


Na ilha do sol, há encostas de vinha que marcam a paisagem.
Na Maia (Santa Maria), a marca do Homem contornando a Natureza.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Praia Pequena de Água d'Alto

Já desenhei este «postal» diversas vezes, mas apesar disso não sinto que me esteja a repetir...  


(Graph'it fine Liner)                                                                                                                                                                    |«in situ»|

sábado, 20 de agosto de 2016

Mirante | Museu do Vinho dos Biscoitos, Terceira

"Este museu que procura contar os 426 anos de história da cultura da vinha na freguesia dos Biscoitos e que igualmente procura integrar-se na tradicional paisagem de produção de vinho dos Biscoitos, actualmente Região demarcada, foi inaugurado em 2 de fevereiro de 1990, durante as comemorações do centésimo aniversário da Casa Agrícola Brum pelos herdeiros de Francisco Maria Brum, antigo produtor de vinha da freguesia dos Biscoitos.

(...) é possível ver todo o processo de produção de vinho, desde o cultivo da videira até à maturação da vinha e à transformação desta em vinho ou nos seus subprodutos. Aqui encontram-se também toda uma colectânea de alfaias agrícolas ligadas ao amanho do corrais onde a videira é cultivada de forma a ficar abrigada das inclemências dos clima." in Wikipédia

- Com um dia destes, só numa sombra.
- Então vamos para os jardins do Museu do Vinho, nos Biscoitos!


Mirante do Museu do Vinho, Biscoitos, ilha Terceira.



 

Forte de S. Pedro | Biscoitos

“O Forte de São Pedro, também referido como Forte do Porto dos Biscoitos, mas também como Forte de Santo António, localiza-se na freguesia dos Biscoitos, concelho da Praia da Vitória, na costa norte da ilha Terceira, nos Açores.

Em posição dominante sobre este trecho do litoral, constituiu-se em uma fortificação destinada à defesa deste ancoradouro contra os ataques de piratas e corsários, outrora frequentes nesta região do oceano Atlântico. Cruzava fogos com o Forte da Rua Longa, ao sul.

Foi edificado por volta de 1520, pelo Provedor das Fortificações, Pedro Anes do Canto para defesa daquele ancoradouro que atendia não apenas as suas terras, mas as naus da Carreira da Índia, e em homenagem a quem foi assim denominado”.
in Wikipedia

Este forte integra o espólio de edifícios do Museu de Angra de Heroísmo.





#2 da série “A terra é redonda?!”
Forte de S. Pedro, Biscoitos, ilha Terceira.

Continua a luta com as distorções do espaço.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Museu do Vinho - Biscoitos


Um lugar lindíssimo, pelo seu património cultural edificado e natural, pela paisagem da vinha, pela calma e tranquilidade que transmite numa tarde muito bem aproveitada a desenhar. 

O anfitrião é de uma simpatia imensa e os visitantes respeitam o silêncio de quem está absorvido no meio de canetas, lápis, tintas, ..., espreitam sorrateiramente sobre o ombro para verem o que faço e sorriem.


Sentei-me debaixo da latada onde o aroma das uvas tintas se faz sentir intensamente e embriagada experimentei a caneta de feltro.


Nas tabuletas encontrei inúmeras castas, muitas por enxertar, mas escolhi esta: Riesling que é uma casta de uva branca da família da Vitis vinifera, originária de diversas regiões entre elas a da Austria. Produz vinhos de alta qualidade.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Forte de S. Pedro



Nos Biscoitos, em dia mais ameno, paramos para ver o mar e o porto. Nada melhor que usufruir de uma vista mais elevada, a do Forte de S. Pedro.





Miradouro da Lagoa do Canário | São Miguel

Existem locais dificilmente explicados por palavras... o Miradouro da Lagoa do Canário permite aceder a um de vários paraisos deste onde vivo... usei cor apenas nas lagoas (à esquerda a Rasa, a de Santiago a verde e no último plano as Sete Cidades)...

(Graph'it fine Liner e lápis de cor)                                                                                                                                                      |«in situ»|

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

ALJEZUR - revisitar a minha história de vida.





O tempo também passa pelos espaços e deixa marcas por vezes incompreensíveis, de decadência, de renovação e de modernização. Mas nem sempre uma boa conjugação, modas dirão os populares.

Passeio em praias de areia clara.








De passeio pela Costa Vicentina paramos na Praia da Amoreira, Aljezur, para nos refrescarmos do calor que se fazia sentir. O caderninho é bem mais pequeno do que a imensidão do areal. 

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Piscina do Pesqueiro | Ponta Delgada

Num dos meus passeios de bicicleta fiz uma pausa para olhar a serra de água de Pau ( já que ela decidiu mostrar-se) e acabei por me sentar a desenhar... foi intencional o contraste entre o preto e branco (em toda a zona central) e a cor (situada no último plano e pontualmente no primeiro)... tive dúvidas desta opção, mas preferi manter a simplicidade do ambiente quase monocromático. 

(Graph'it fine Liner e lápis de cor)                                                                                                                                                    |«in situ»|

domingo, 7 de agosto de 2016