domingo, 18 de setembro de 2016

(a)Riscar o Património 2016 | 18º Encontro de USk P Açores


 
Começou por ser um desenho realista, mas terminou numa interpretação daquilo que estava a absorver ao meu redor. As pessoas da vila estavam em festa e à noite, o coro ficaria iluminado. Havia muito vento. Resolvi transmitir essas sensações no drapeamento vermelho e nas luzes acesas, a tilintar.
 
Usei lápis de minas 0.7, lápis de aguarela e acrílico branco.

Sem comentários: