terça-feira, 9 de junho de 2015

«A vida é curta...» | 9º Encontro USK Açores- São Miguel (#1)


O 9º Encontro de USKP Açores - São Miguel foi no Domingo (dia 7 de Junho) no Cemitério de São Joaquim em Ponta Delgada.
 Prof. Francisco Queiroz guiou a visita contextualizando os elementos no espírito da época e no espaço. «O cemitério é feito pelos vivos» que fazem -em cada jazigo- um registo e apelo à «saudade» individual e/ou coletiva.
É fantástica e riquíssima a simbologia existente nas campas... perceber isso, propõe uma melhor compreensão da época e do modo de encarar a morte.
«o homem romântico apreciava a arte, a beleza». O cemitério veiculou uma simbologia vasta que lhe conferiu uma vertente educativa e pedagógica.

O espaço era organizado com ruas e jardins e absolutamente hierarquizado, espelhando a sociedade o que permite entender comportamentos e motivações. 
Por curiosidade, encontrei o túmulo de Anthero de Quental, feito de lioz. É um tipo raro de calcário que ocorre em Portugal Continental e à primeira vista parece mármore mas não tem brilho. Longe da tradição Britânica esta sepultura cerca-se de um gradeamento em ferro fundido. 







A Arte tumular está cheia de subtilezas, de hierarquias e riqueza (nos materiais, nas formas e na simbologia).
Foi com entusiasmo que o Professor Francisco Queiroz nos guiou. Tudo tem o seu interesse e nada parece estar ocasional...

(e entretanto, para este caderno,servi-me de uma folha previamente utilizada por alguém e que estava prestes a ir para o lixo. Dobrei-a conforme aprendi com a HFM e deixei-me levar pelas manchas, pelas linhas e pelos materiais).

(Derwent Graphhik line maker 0.05, Windsor & Newton Water colour Marker, Faber-Castel PITT artist pen White 101*** a)              | «in situ» |  

Sem comentários: