segunda-feira, 30 de maio de 2016

As ruas de Ponta Delgada

Novamente na matriz à sombrinha tentei representar o que me rodeava incluindo a primavera. 


sexta-feira, 27 de maio de 2016

experiências

Ao folhear um dos meus cadernos, apercebi-me que a maioria dos meus desenhos ou é unicamente a linha (preto e branco), ou então têm pequenos apontamentos de cor. Para contrariar este «medo» de usar cor, e uma vez que eu e as aguarelas não nos damos bem em pequeno formato, decidi explorar um livrinho que foi dado aos alunos do 12º pela UAC.

quinta-feira, 26 de maio de 2016

quarto #1

Livros, linhas, cds, diários gráficos antigos... Cantinho do meu quarto onde vou deixando as coisas que gosto de ter sempre à mão

terça-feira, 24 de maio de 2016

Encontro 15_ USKaz SMiguel | Canto da Maya

Gostei, particularmente, deste recanto da exposição: Anthero e companhia... e chego à conclusão que é tudo uma questão de ponto de vista!!

(uni Posca, Graph'it shake e deleter Neopiko-Line 2_ 0,03 sobre Ebru e aguarela)                                                                                |«in situ»|

Encontro 15_ USKaz SMiguel | Canto da Maya


A partir da escultura Adão e Eva de Canto da Maya 
Materiais: carvão, grafite, sanguínea 

Este foi o primeiro encontro USK a que fui. Ao fazer a visita às várias obras de Canto da Maya, lembrei-me da primeira vez que ouvi falar no escultor, quando cheguei aos Açores há dezasseis anos e não conhecia ninguém, apenas o nome da escola para onde iria estudar: Canto da Maia, baptizada em homenagem ao artista.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Encontro no Museu Carlos Machado - Canto da Maia



No passado dia 15 de maio celebrou-se o 126º aniversário do nascimento de Canto da Maia. A data foi celebrada com um Encontro na exposição dedicada ao escultor, no Núcleo de Santa Bárbara do Museu Carlos Machado. A meu ver, foi esta a melhor forma de o celebrar a sua obra: desenhando-a. É fácil perdermo-nos na excelência do que nos deixou. E diga-se, é sempre bom ver uma sala de museu cheia de gente a desenhar. Em pé, no chão, num silêncio delicioso que se faz sentir nestes eventos, em que a concentração no ato do desenho e no objeto desenhado é maior do que qualquer palavra.

sábado, 21 de maio de 2016

quinta-feira, 19 de maio de 2016

metade de um A4 é um A5


USKaz #15 | CANTO DA MAYA

Domingo foi um dia atribulado. Com preparações para um almoço e uma ida de urgência ao veterinário, acabei por me esquecer que havia encontro no dia 15. Felizmente, ainda me lembrei a tempo e «só» cheguei 1 hora atrasada. Este foi o primeiro desenho que fiz; não estava a correr bem, mas decidi continuar e dar importância aos cabelos das figuras, fazendo com que a página ficasse coerente, desviando o olhar de formas estranhas como é o caso dos pés do senhor.

Encontro 15_ USKaz SMiguel | Canto da Maya


Desenho da mini-sketcher Iris Oliveira Rodrigues
wink emoticon"Rapariga com pombas" Canto da Maia
Fotografia: Sofia Carolina Botelho

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Olhar sobre Ponta Delgada





À quarta-feira à tarde organizo, com os alunos, um ateliê d'artes onde abordamos diversas técnicas e desenvolvemos projetos globalizantes de natureza artística que visam a intervenção no espaço escolar ou interação com o meio. Hoje, alguns faltaram para estudar para testes e aqueles que apareceram pediram-me para fazermos «algo diferente»... Ocorreu-me, de imediato, que saíssemos da sala munidos de diário gráfico. Resolvi presenteá-los com uma vista de encher «alma» e que apela para a vontade de desenhar. Subimos ao torreão do antigo palácio da Fonte Bela (a Escola Secundária Antero de Quental) um sítio que não lhes é, normalmente, acessível e cuja vista -sobre a cidade- é elevada e ampla. Propus que fizéssemos uma panorâmica a 180º e comecei, à esquerda, com a serra, fui adicionando folhas ao meu desdobrável e acabei na cabeceira da pista do aeroporto... é incrível isto de nos desafiarmos mutuamente, eles responderam à altura do lugar.

(Artline 200 Fine 0.4  e aguarela)                                                                                                                                   |pormenores:«in situ»|

15º Encontro USK





No passado domingo decorreu o 15º encontro de diários gráficos no Núcleo de Santa Bárbara para assinalar o 126º aniversário de nascimento do escultor Canto da Maia. Começamos o encontro com uma visita guiada e posteriormente desenhamos as esculturas. 

Dia ensolarado

Aproveitando a tarde para apanhar sol e desenhar

(Uni-ball vision needle 0.5, Uni-ball signo white, Caran d'Ache white soft pencil, grafite e lápis de cor)

terça-feira, 17 de maio de 2016

15º Encontro de Diários Gráficos USk Açores - S.Miguel

No passado dia 15 de maio, domingo, comemorou-se o 126º aniversário do nascimento do escultor Canto da Maia. Para assinalar a efeméride, os USk Açores, em parceria com o Museu Carlos Machado, organizaram um Encontro de Diários Gráficos no Núcleo de Santa Bárbara, na exposição dedicada ao escultor.
Após visita guiada pela coordenadora da exposição, Drª Sílvia Massa, seguiu-se o desafio da passar para o desenho a singularidade das obras do artista açoriano.








Casa da avó #3



(Uni-ball vision needle 0.5, Faber-Castell PITT Pastel Pencil 101 White e grafite)



segunda-feira, 16 de maio de 2016

Encontro 15_ USKaz SMiguel | Canto da Maya

«É de manhã que começa o dia» e o meu iniciei-o em Lisboa. À esquerda, no desenho, do interior de um café no Largo do Rato avistei (pela porta) um pouco da cidade. Ainda estava muito longe de pensar que chegaria a tempo do 15º encontro USKaz SMiguel, em Ponta Delgada. Ainda cheguei a tempo ao núcleo de Santa Bábara (Museu Carlos Machado) quando entrei estavam na exposição do Canto da Maya, acompanhados pela responsável da exposição... não cheguei a tempo de a ouvir... e já havia quem se encontrasse a desenhar. O escultor nasceu  a 15 de Maio de 1890, há precisamente 126 anos. Foi uma boa ideia, esta de comemorarmos o seu aniversário desenhando aquilo que nos deixou e que o perpétua... Eu aproveitei para concluir o meu caderno Ebru, separei, para o evento, uma página quadrupla (apenas se vê 2/4 da página), desenvolvi a minha incursão no museu numa panorâmica onde vou invertendo o sentido de leitura, normalmente usado por nós, há uma espécie de tensão criada entre os elementos e o campo visual. Os 2/4 do desenho que aqui não mostro estão «in Situ».

(uni Posca, Graph'it shake e deleter Neopiko-Line 2_ 0,03 sobre Ebru e aguarela)          

Casa da avó #2


(Artline drawing system 0.05, Faber-Castell PITT Pastel Pencil 101 White, marcador preto e grafite)

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Este tipo de páginas são as que mais gosto de fazer. Excessos de tinta dum desenho anterior passaram para esta página, fazendo-me procurar, à minha volta, uma forma semelhante à da mancha. A partir daí, fui desenhando o que se seguia, tomando notas, escrevendo pensamentos.

Saquetas de Açucar SINAGA


É com um enorme gosto que vejo os meus rabiscos numa nova colecção das saquetas de Açucar da SINAGA. 

A todos aqueles que tornaram esta colecção possível, ao Roberto Ferreira, ao André Mendonça, ao Rui Terra e a todo o restante pessoal da Fábrica da SINAGA, o meu MUITO OBRIGADO!

Agora... agora é consumir açucar SINAGA para tornar os Vossos dias mais doces!

terça-feira, 10 de maio de 2016

revistas, caixa de fotografias, tablet e papéis variados

Casa da avó #1

O primeiro desenho que publico de vários que tenho feito ao longo destes últimos dias na casa da minha avó, onde qualquer "canto" é um bom "canto" para se desenhar.

sábado, 7 de maio de 2016

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Festa do Senhor Santo Cristo dos Milagres


Durante essa semana tem ocorrido a Festa do Senhor Santo Cristo dos Milagres.
Tentei captar não só um pouco da procissão mas também do ambiente em torno da mesma.

(Fotografia de Leonor Peixoto)


(Fotografia de Leonor Peixoto)